Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



IPCC diz que é “prematuro” comentar rascunho da quinta avaliação, cuja versão final será divulgada em 2014

Segunda-feira, 19.08.13

O Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC) esclareceu hoje que “é prematuro e pode ser enganador tentar tirar conclusões a partir do rascunho do ‘sumário para decisores políticos’ elaborado pelo Grupo de Trabalho I do quinto relatório de avaliação”, que foi recentemente divulgado pela Reuters. “Estes relatórios são produtos intermédios e o IPCC não comenta o conteúdo dos seus rascunhos. No entanto, os grupos de trabalho do IPCC estarão disponíveis para discutir as suas contribuições depois de terem sido finalizadas e aprovadas”, lê-se no comunicado (PDF).

Este painel de especialistas da ONU alerta que o processo de elaboração de relatórios inclui várias revisões, incluindo dos governos, pelo que os documentos passam por várias alterações antes de reflectirem a posição oficial deste organismo. Além disso, esclarece o IPCC, haverá ainda um período final de análise de quatro dias, aquando da sessão de aprovação deste relatório em particular, que terá lugar de 23 a 26 de Setembro.

O documento em causa resulta do Grupo de Trabalho I, que avalia a literatura científica sobre o processo das alterações climáticas. Entre 25 e 29 de Março de 2014 será conhecido o relatório do Grupo de Trabalho II, que avalia a literatura sobre impactos, adaptação e vulnerabilidade; e de 7 a 11 de Abril será vez do Grupo de Trabalho III, que avalia a literatura sobre a mitigação face às alterações climáticas, apresentar conclusões. O relatório síntese dos três grupos só será divulgado de 27 a 31 de Outubro de 2014.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Quercus às 15:16

Próximo relatório do IPCC deverá reforçar convicção de que o aquecimento global é causado pelo homem

Sábado, 17.08.13

O Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) está prestes a divulgar o primeiro de três relatórios da quinta avaliação realizada desde 1988. O documento só será conhecido em Setembro, mas a agência Reuters avança que o rascunho a que teve acesso revela que o painel de especialistas da ONU afirma que há uma probabilidade de pelo menos 95% de que é a actividade humana a principal causa do aquecimento global desde 1950.

Segundo a mesma fonte, este valor é superior aos 90% registados no relatório anterior de 2007, aos 66% de 2001 e aos 50% de 1995. O documento ajudará a reduzir os argumentos da minoria de cientistas que atribui o aquecimento global a variações naturais do clima, mas vem admitir que a previsão sobre o impacto destas alterações sobre determinadas regiões do planeta está a ser mais difícil do que esperado. "Estamos um pouco mais certos de que a mudança climática é largamente provocada pelo homem, mas temos menos certeza do que muitos esperariam sobre os impactos locais", admite Reto Knutti, professor no Instituto Federal Suíço de Tecnologia, em Zurique, citado pela Reuters.

 

Notícia da Reuters: Especialistas estão mais seguros que aquecimento global é causado pelo homem

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Quercus às 10:00





calendário

Agosto 2013

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



subscrever feeds